Coopertradição adquire empilhadeiras elétricas para garantir energia mais limpa


08/09/2020

O uso de medidas sustentáveis está cada vez mais comum nas grandes indústrias e, na Coopertradição não é diferente. Quando falamos em empilhadeiras, a tecnologia tem permitido grandes avanços para tornar esses equipamentos mais sustentáveis, é o caso das empilhadeiras elétricas, que vem ganhando um espaço muito significativo no mercado, não somente pela redução dos custos, mas também como forma de preservar o meio ambiente, evitando emissões diretas de gases tóxicos na atmosfera, redução da poluição sonora e baixo consumo de energia.

Após pesquisa de mercado e investimento total de mais de R$1 milhão, a Coopertradição adquiriu cinco empilhadeiras elétricas, sendo três delas com bateria de chumbo, que leva 8 horas para carregar e duas de lítio, 2 horas de carregamento. Como o próprio nome já diz, elas funcionam por meio de um motor elétrico, que é alimentado por uma bateria.

De acordo com Fernando Alan Tonus, Diretor Administrativo da Coopertradição, “tivemos um aumento muito expressivo na quantidade de sementes comercializadas nos últimos 3 anos. E a nossa operação é toda feita por empilhadeiras, que até então, eram apenas empilhadeiras a gás. Através da um estudo de viabilidade, adquirimos as 5 empilhadeiras elétricas. São empilhadeiras importadas, que custam quase o dobro do valor da empilhadeira tradicional a gás. Mas o mais importante é a responsabilidade ambiental, pois a energia utilizada é muito mais limpa.”

Entre as vantagens desses equipamentos, pode-se destacar sua produtividade em ambientes de alto tráfego de cargas, pois possuem alta flexibilidade para manobras de elevação, incluindo espaços mais estreitos. A versão elétrica também traz mais agilidade, consequentemente menos manutenção e menos paradas, maior segurança para os colaboradores e também maior vida útil, se comparado às empilhadeiras movidas a gás.

Para o Gerente de Operações da Coopertradição, Jairo Miranda, a cooperativa vem buscando cada vez mais ações sustentáveis. “Acredito que após avaliar nossa rotina diária e, com base em resultados satisfatórios, a ampliação da frota de empilhadeiras elétricas será avaliada para locais estratégicos, pois, infelizmente, não são a todos os ambientes que elas se adaptam, como, por exemplo, pisos com imperfeições. No momento, as cinco empilhadeiras que a Coopertradição adquiriu são para o Centro de Distribuição de Agroquímicos (CDA) e Centro de Distribuição de Sementes (CDS).”

A utilização de empilhadeiras elétricas vem crescendo no Brasil, a migração dos modelos à combustão para os modelos elétricos está ocorrendo de forma gradual. Isto porque deve ser feita uma avaliação de qual empilhadeira é mais adequada às necessidades. Mas o fato é que, as empilhadeiras elétricas são a opção mais viável a longo prazo.


Via do Conhecimento, 1911 km 02
Pato Branco - PR
(46) 3220-2000 / (46) 3122-8000
coopertradicao@coopertradicao.com.br
Desenvolvido por BRSIS